Projeto criará Comitê de Prevenção às calamidades das chuvas

Objetivando anteceder os problemas e calamidades ocasionadas pelas chuvas, principalmente nos locais de maior incidência de interdição e desabamento de reincidências e de ruas por falta de infra-estrutura, o vereador Cassiano Pascoal (PSL) protocolou na Câmara Municipal, um Projeto de Lei, que se aprovado reunirá diversos segmentos governamentais e sociais do Estado e do Município para compor o Comitê Municipal de Prevenção e Combate aos Danos provocados pelas chuvas.

A proposta que já tramita na Comissão de Redação e Justiça da Câmara campinense e cria um dispositivo dotado de dezesseis instituições em prol do planejamento estratégico na área da prevenção, bem como em caso de calamidade este comitê estará pronto para mobilizar a infra-estrutura e o material humano, visando reforçar e dotar a Defesa Civil do município de mais logística para as calamidades enfrentadas.

Na proposta que brevemente será apreciada pela Casa de Félix Araújo, o vereador Cassiano Pascoal selecionou 16 entidades que farão parte deste comitê, como por exemplo representantes do Executivo Municipal e Estadual, Defesa civil do Estado e Município, Câmara Municipal, as polícias Civil, Militar, Rodoviária, Bombeiros, UCES, Departamento de Engenharia Civil da UFCG, SAMU 192, CREA, Associação Comercial, e ACI.

Segundo o vereador Cassiano, as 16 entidades relacionadas indicarão um representante no Comitê, tendo em vista que todas elas, são dotadas de capacidade técnica e mobilizadoura que em caso de calamidade, possam unir forças e coordenadamente intervir com mais precisão em calamidades a exemplo que todos os anos fragiliza os setores e as classes sociais mais fragilizadas de nossa cidade.
Ele destaca também, que apesar das ações heróicas e ostensivas do Corpo de Bombeiros, bem como de nossa Defesa Civil, em certos casos as ações de integração com a população nos casos de conscientização antes dos desastres, e em certos casos, em situações de risco, a ação preventiva fica prejudicada pela ausência de mais seguimentos que sejam dotados de outras áreas de conhecimento ou de estrutura que possam somar forças em detrimento da vida humana.

“Nossa proposta em criar este Comitê, tem como objetivo primordial, antecipar com prevenção os acontecimentos, bem como, interferir estrategicamente nas áreas afetas pelas inundações ou desabamentos, pois, como se sabe os maiores prejudicados durante as calamidades são as pessoas de baixa renda, que residem na periferia, sem condições seguras de moradia, estando à mercê das precárias condições de infra-estrutura do município” declarou Cassiano Pascoal.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.