Programa radiofônico diz que 86% dos ouvintes são contra Micarande

Uma enquete realizada com ouvintes do Jornal de Verdade, na Rádio Cidade AM, comandado pelo jornalista Juarez Amaral, constatou que a maioria dos ouvintes é contra a realização da Micarande. Em cerca de 30 minutos, Juarez Amaral colocou trinta ouvintes no ar para dar opinião sobre a realização do Carnaval Fora de Época da cidade e o resultado surpreendeu.

Dos 30 entrevistados, 26 se posicionaram contra a realização da Micarande, o que dá um percentual de 86,6%; e 4 disseram ser a favor, gerando um percentual de 13,4%. Dos que se manifestaram contrários, um deles afirmou ser contra apenas este ano, por conta da epidemia de gripe suína, mas que a festa deveria voltar no ano que vem. Outro, que afirmou ser contrário, disse que o Poder Público Municipal deveria investir em outro evento, com apelo mais cultural, no mês de outubro, aproveitando o aniversário da cidade, que transcorre no dia 11.

Dentre os ouvintes que se posicionaram contrários os motivos alegados foram diversos: a violência que gera o evento; a facilidade de transmissão da gripe suína; A Micarande já deu o que tinha que dar, não agrada mais a ninguém; ao contrário do São João, a Micarande é um evento temporário, não permanente; chegou a hora de parar com a Micarande, ela tem que parar na hora certa; o fato de o grosso do dinheiro da cidade ir parar nas mãos de empresários e artistas baianos; o fato de a Bahia trazer tudo para ser vendido aqui, como bebidas, abadas, etc, levando o dinheiro da cidade, que a Polícia Militar não tem estrutura suficiente para garantir a segurança num evento tão grande, dentre outros.

Dentre os argumentos favoráveis, o de que gera renda para os vendedores ambulantes de cerveja. Outro ouvinte disse que até gosta da festa, mas não tolera a violência.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.