Profissionais de saúde fazem protesto e interditam rua em João Pessoa

Funcionários da Saúde promoveram um protesto na manhã desta sexta-feira (29) em frente a Secretaria de Saúde Municipal, na Av. Julia Freire. Por conta do protesto, a via foi bloqueada. Agentes de Mobilidade da Semob estiveram no local orientando motoristas.

Enfermeiros anunciaram ontem (28) que paralisariam as atividades nesta sexta por terem ficado de fora da gratificação dada pela Prefeitura de João Pessoa apenas a médicos que atuam no combate ao Covid-19.

Em uma carta divulgada ontem, o Coren PB repudiou o fato da Prefeitura de João Pessoa ter deixado de foram os profissionais de enfermagem, beneficiando apenas os médicos.

“Em meio a maior crise de Saúde Pública do Planeta, o chefe do Executivo Municipal, Luciano Cartaxo, concedeu nesta quinta-feira (28) gratificação de R$ 5.300,00 para apenas uma categoria entre os profissionais de Saúde, ignorando lamentavelmente Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros, justamente as maiores vítimas no enfrentamento a Covid-19. É hora de dar um basta!”, diz a nota.

O Conselho lembra que neste momento, em toda Paraíba, 303 profissionais de Enfermagem estão afastados com suspeita de infecção por Covid-19, 89 em tratamento com diagnóstico positivo e três colegas faleceram com Coronavírus.

“A média salarial de um Técnico de Enfermagem na Paraíba é de R$ 1 mil e R$ 1,2 mil para Enfermeiros. Não podemos mais aceitar essa desvalorização da categoria”, diz trecho da carta.

A via foi liberada pelos manifestantes pouco minutos antes das 11h. A Prefeitura de João Pessoa recebeu representantes e Sindicatos e conselhos dos profissionais. Em nota, a PMJP disse que no encontro ficou definido que, ainda na tarde de hoje, serão apresentadas as propostas por parte das categorias, a serem avaliadas pelo poder público municipal.

Veja nota da PMJP:

NOTA

A Prefeitura de João Pessoa recebeu representantes de sindicatos e conselhos dos profissionais e saúde na manhã desta sexta-feira (29). No encontro ficou definido que, ainda na tarde de hoje, serão apresentadas as propostas por parte das categorias, a serem avaliadas pelo poder público municipal. A medida integra o plano de ação para os servidores da área que atuam na linha de frente no enfrentamento à Covid-19. A administração segue prezando pelo diálogo e pelo trabalho conjunto para superar adversidades e seguir salvando vidas.

 

2 comentários

  • Paulo filho
    10:00

    Vergonha para o governador e para o prefeito.Sejam justo os funcionários da saúde não podem mais esperar.

  • Generosa furtado macedo
    10:00

    Na por a cara diretamente 24 o técnico e enfermeiro não contam? Do que entende esse prefeito é lamentável sua inteligência que vergonha…!!

Comentários