Professor da UEPB afirma que uso de máscaras pode “matar lentamente”

Um professor da Universidade Estadual da Paraíba gravou em seu canal no YouTube um vídeo no qual aborda o uso de máscaras faciais de uma maneira polêmica. Pedro Cézar Coelho afirma que a inspiração de gás carbônico e de uma quantidade menor de oxigênio do que haveria sem o acessário causaria acidez no sangue, dificuldade de raciocínio que poderia gerar uma confusão mental.

“O uso excessivo da máscara pode levar aos desmaios. Aconteceu com uma repórter do Amazonas. Ela apresentou confusão mental… teve dificuldade até de lembrar o nome da âncora. A médio e longo prazo, imagine o que pode acontecer. Quanto menos você usar, melhor!”, disse o professor.

Ele orientou que o não haja uso de máscaras faciais quando estivermos sozinhos em ambientes. Para Pedro, quando estivermos com distância superior a 1,5 metros de outras pessoas, a máscara também pode ser deixada de lado. “O risco de contaminação é praticamente nulo”, disse.

Desmaio – Luciene Kaxinawá, repórter da CNN Brasil, passou mal após fazer um link, em Manaus, no dia 28 de maio para o jornal “360°”, apresentado por Daniela Lima e Reinaldo Gottino.

Pedro Cézar é professor, consultor e cientista de dados, além, de mediador na área do Magnetismo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.