Procurador Geral avalia que “amadorismo” dominava gestão do MPE

O procurador Geral de Justiça do Estado, Oswaldo Filho, declarou em entrevista concedida à Rede Paraíba Sat de rádio que está dedicado a fazer um planejamento das ações administrativas do Ministério Público Estadual. Segundo ele, a medida é necesssária para acabar com o amadorismo que existia antes de sua gestão. "Trazer o profissionalismo para o setor público não é fácil. É uma cultura que não é de hoje e nem de ontem. É de muito tempo", disse Oswaldo.

Ele citou como exemplo o fato de o último concurso para o MPE ter selecionado contadores e não ter especificado que a atribuição deles deveria ser no ramo público: "Precisamos de contadores com especialização na área pública. Agora, teremos que treinar esse pessoal", disse.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.