Problemas atmosféricos causam blecaute no país, afirma ministro

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou no fim da noite desta terça-feira que "problemas atmosféricos" ou "tempestades de grande intensidade" podem ter sido a causa do apagão registrado em diferentes Estados do país.

Pelo menos trechos de dez Estados –São Paulo, Rio de Janeiro, Minas, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Pernambuco– e do Distrito Federal ficaram sem luz desde por volta das 22h10. O Paraguai também está sem luz.

Segundo Lobão, foi um apagão de 14 mil MW, que começou com uma linha de transmissão da usina hidrelétrica de Itaipu e se propagou em efeito dominó por várias regiões. Algumas linhas de abastecimento de Furnas também foram desativadas.

O problema aconteceu por volta das 22h10, enquanto o ministro se reunia com o presidente Lula, governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e do Espírito Santo, Paulo Hartung, e o ministro de relações institucionais, Alexandre Padilha, sobre o marco regulatório do pré-sal.

De acordo com o ministro, a restauração do sistema está sendo providenciada ainda nesta terça-feira. "Itaipu está começando a ser re-energizada", afirmou. Lobão negou relação deste apagão com o ocorrido em 2001, na época governo do presidente Fernando Henrique Cardoso.

O governador Sérgio Cabral (PMDB) afirmou que acionou o Bope (Batalhão de Operações Especiais) para a segurança nas ruas do Rio. Ambulâncias estão também nas ruas em alerta.

Folha Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.