Pró-reitor da UFPB é atingido por jato de água em reunião com estudantes da residência universitária

O professor Fábio Botelho, pró-reitor de Assistência e Promoção Estudantil, foi atingido por um jato de água arremessado durante reunião com estudantes da residência universitária da Universidade Federal da Paraíba. O vídeo foi publicado na página oficial da UFPB, nessa sexta-feira (4).

“Prof Fábio Botelho, Pró-reitor de Assistência e Promoção Estudantil, em visita à residência universitária para dialogar com residentes e levantar as demandas e providenciar soluções, foi agredido por delinquente. Tomaremos medidas legais e administrativas cabíveis, não ficando impune este tipo de conduta, que afronta à Universidade e ao Estado democrático de direito. #foradelinquente!”, diz a legenda da publicação na página da UFPB no Instagram.

No vídeo, não é possível ver quem arremessou água no pró-reitor. A UFPB declarou, na publicação do vídeo, que tomará “medidas legais e administrativas cabíveis, não ficando impune este tipo de conduta, que afronta à Universidade e ao Estado democrático de direito.”

O ParlamentoPB conversou com o reitor Valdiney Gouveia. Ele disse que falou com o pró-reitor para que “se reunisse com os estudantes e levantasse as principais demandas para atendermos prontamente. Infelizmente, um delinquente o agrediu e ficou difícil dialogar. O que nos conforta é saber que a maioria dos estudantes quer realmente se dedicar, estudar, concluir seu curso. Uma pessoa que não acredito que seja estudante fez um ato criminoso e ainda houve quem dissesse que não era para jogar água, mas gasolina e óleo e tocar fogo.”

O reitor Valdiney Gouveia disse que o pró-reitor Fábio Botelho é um “professor muito querido por todos os seus alunos e ex-alunos” e que a UFPB está “tomando as providências devidas. O respeito precisa estar acima de qualquer coisa.”

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.