Presidente do PSOL defende auditoria pública nas contas do Governo

A Direção Estadual do PSOL realizará , conforme deliberado pela executiva estadual do PSOL-PB, neste sábado, 17, às 9h30 horas, na sede do SINTEC, Rua Duque de Caxias 105, centro de João Pessoa,  uma reunião ampliada do Diretório estadual do PSOL. A pauta de discussões gira em torno da avaliação da conjuntura política atual e estratégia para enfrentar as eleições em 2010 (eixos programáticos, alianças em geral, nomes para chapas majoritárias e proporcional, outros encaminhamentos).

De acordo com o presidente estadual, Nelson Junior, "essa reunião é bastante importante visto que vamos continuar o debate sobre o programa de governo e aprofundar as discussões sobre a composição da nossa chapa majoritária". Neste sentido o Psol já começou a discutir os nomes de Avenzoar Arruda, Davi Lobão, Tony Cultura e Zélia Almeida para as disputas de Govenador e Senador.

Segundo o Presidente do Partido e pré-candidato a governador, Nelson Junior, o PSOL vai precisar discutir a fundo a aplicação dos recursos públicos na Paraíba. "Uma auditoria popular e independente das contas do Estado significa investigar a destinação de cada recurso, próprio ou de convênio, que o governo estadual investiu nos últimos 12 anos.  Pois Cássio e Maranhão se acusam mutuamente de desvio de dinheiro em obras como a duplicação da BR 230, venda da CELB etc., porém nenhum dos dois teve a coragem de fazer uma auditoria independente. Porque será? O que têm a esconder? Por isso é que entendemos que o partido irá centrar fogo no debate da destinação e da transparência  dos recusos financeiros do Estado, que ao nosso ver são uma verdadeira caixa preta", declarou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.