Presidente do PSB garante que infieis serão postos para fora

O presidente estadual do PSB da Paraíba, Edvaldo Rosas, explicou hoje numa entrevista concedida a Célio Alves na Rede Tabajara Sat que os prefeitos infieis, cujo apoio foi dado a José Maranhão (PMDB) na eleição estadual de 2010, serão extirpados dos quadros socialistas a partir de setembro. Ele acrescentou que os gestores foram convidados a sair do PSB, mas como não se manifestaram, haverá um recadastramento pelo qual não passarão os dissidentes.

"Tem prefeito do PSB que apoiou José Maranhão e agora quer ficar ao lado de Ricardo Coutinho. Nunca vi uma coisa dessas. Não vamos cair nessa armadilha. Tirar leite de pedra ninguém quis, mas depois que vencemos, eles querem ficar no partido. O partido decidiu fazer um recadastramento. Em setembro, vamos fazer isso e no caso dos infieis, não temos interesse em recadastrá-los e eles não serão expulsos, mas ficarão fora dos quadros do PSB", explicou Rosas.

O dirigente confirmou para as 9 horas de amanhã, no Hotel Tambaú, em João Pessoa, a realização do Encontro Estadual do PSB da Paraíba. Durante o evento, haverá a participação do governador da Paraíba Ricardo Coutinho e do gestor de Pernambuco, Eduardo Campos, que acompanharão a filiação de alguns prefeitos paraibanos à sigla socialista.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.