Presidente do PMDB desafia Ricardo a mostrar “rombo” deixado por Zé

O presidente estadual do PMDB, Antônio Souza, desafiou o governador Ricardo Coutinho (PSB) a mostrar onde estaria o “rombo” deixado pelo ex-governador José Maranhão (PMDB) nas finanças do Estado e garantiu que o Governo tem dinheiro em caixa. As declarações foram dadas em entrevista ao programa Correio Debate.

Antonio Souza afirmou que Maranhão deixou mais de R$ 2,3 bilhões para serem aplicados em obras e projetos do Estado. E fez questão de listar as fontes dos recursos viabilizados durante a gestão do peemedebista que são relativos a recursos oriundos do empréstimo do BNDES, no valor de R$ 280 milhões; do PAC II, R$ 2 bilhões; e da Comunidade Andina, no valor de R$ 10 milhões.

De acordo com o presidente do PMDB, o Governo Maranhão contratou um empréstimo de R$ 280 milhões do BNDES, dos quais, segundo Souza, nenhum centavo foi usado. Além disso, que já estão disponíveis mais de R$ 2 bilhões em obras e projetos já aprovados pelo Governo Federal do PAC II, bastando o encaminhamento burocrático para a liberação de recursos.

Ele criticou a postura do governador Ricardo Coutinho, que tem anunciado déficit financeiro no Estado que deve chegar a R$ 1,2 bilhão, mas sem apontar, “com dados concretos”, onde estaria o referido déficit. “No momento em que ele disser, o governador Maranhão convocará seus auxiliares para as explicações cabíveis”, disse o peemedebista, lembrando que em três mandatos o peemedebista nunca foi condenado por ato de improbidade.

Correio da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.