Presidente da Polônia morre em acidente de avião na Rússia

O presidente da Polônia, Lech Kaczynski, morreu neste sábado quando o avião que o transportava caiu a aproximadamente 400 quilômetros a oeste de Moscou, durante um voo rumo à cidade russa de Smolensk, informou um canal de notícias russo.

O governador de Smolensk, Sergei Anufriev, declarou que "não há sobreviventes no acidente do avião que transportava o presidente, Lech Kaczynski". Segundo o Ministério do Exterior polonês, a esposa do presidente também estava a bordo.

O acidente aconteceu no meio de um denso nevoeiro depois que o piloto do avião rejeitou sugestões de desviar o voo até Moscou ou Minsk, a capital de Belarus.

A Procuradoria russa informou que a bordo do avião presidencial polonês havia 132 pessoas, entre elas Kaczynski e sua esposa, enquanto o Ministério de Situações de Emergência do país disse que o número de vítimas era 87.

Kaczynski se dirigia à localidade russa de Katyn para prestar homenagem aos milhares de oficiais poloneses executados em 1940 pelos serviços secretos soviéticos.

Junto a Kaczynski viajavam vários altos funcionários poloneses e familiares das vítimas do massacre de Katyn.

O presidente russo, Dmitri Medvedev, foi informado da catástrofe e enviou a Smolensk o ministro de Situações de Emergência, Serguei Soigu, enquanto o chefe do Governo, Vladimir Putin, vai liderar uma comissão para averiguar o acidente.


Folha Online com Agências Internacionais

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.