Presidente da Câmara de Monteiro tenta explicar “forró da pandemia”

Em resposta a um pedido de explicações formulado no dia 5 de janeiro pela procuradora da República no município de Monteiro, Janaína Andrade, a respeito de uma festa em que vários vereadores aparecem em uma aglomeração, o presidente da Câmara Municipal, Hélio Sandro Lira da Silva, encaminhou ao MPF um documento informando que não se tratou de uma comemoração da posse dos parlamentares municipais, como havia sido tratado inicialmente, e alegando que o evento era um “almoço familiar” tradicionalmente realizado pela vereadora Maria Andréia Ferreira.

Segundo a explicação do presidente da Câmara, ele próprio teria ido ao local apenas para “entregar um documento”, enquanto outros parlamentares – Cícero Quintans e Idevaldo Campos – se encontravam na casa de Andréia por serem parentes da anfitriã.

Apesar da informação em contrário do presidente da Câmara, o evento, que foi gravado e as imagens distribuídas nas redes sociais, mostram uma festa animada, como direito a muito forró, o que foi compreendido pela população como uma celebração pela eleição dos vereadores.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.