Presidente da Câmara acusa Cartaxo e Anísio de incentivar invasão de casas

O vereador Marcos Barros (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, foi à tribuna da Casa na noite de ontem para fazer uma grave acusação contra o vice-governador do Estado, Luciano Cartaxo (PT) e contra Anísio Maia coordenador do núcleo da Secretaria Nacional de Aquicultura na Paraíba. Segundo o parlamentar, os dois estariam financiando três integrantes do Movimento dos Sem Teto que chegaram a Cajazeiras 24 dias atrás vindos de João Pessoa. Os manifestantes, segundo ele, teriam insuflado famílias cajazeirenses a invadirem cerca de 84 casas construídas pela Cehap em um conjunto habitacional entre Pio X e Mutirão, na zona norte da cidade. As residências foram desocupadas de maneira tensa com a interferência da Tropa de Choque da Polícia Militar no último dia 24.

As declarações de Marcos Barros foram dadas durante a sessão de ontem, cujo objetivo era discutir a situação das famílias retiradas das casas. Marcos usou a tribuna para dizer que a invasão não teria sido um movimento espontâneo, mas criado pelos manifestantes pessoenses.

O vereador Severino Dantas, do PT, defendeu Cartaxo e Anísio e disse que o presidente não poderia fazer jogar este tipo de suspeita sobre os dois. Ainda mais incisivo, Marcos disse que não estava insinuando, mas relatando um fato e acrescentou que a estada dos três líderes dos Sem Teto em Cajazeiras estaria sendo paga pelos dois petistas: "Eles estão vivendo aqui sem ter qualquer fonte de renda".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.