Prefeitura de João Pessoa inicia Maio Amarelo, que terá campanhas educativas e intervenções no trânsito

O letreiro “Eu amo Jampa”, localizado em um dos principais pontos turísticos da Capital, o Busto de Tamandaré, amanheceu neste sábado, 1º de maio, nas cores branca e amarela. A mudança tem um propósito especial: lembrar à população sobre a importância do respeito às leis de trânsito para salvar vidas. Esta será a mensagem ressaltada durante todo o Maio Amarelo, mês referência na conscientização sobre o comportamento no trânsito.

A campanha, que será liderada pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP), foi aberta durante a manhã pelo prefeito Cícero Lucena e terá longa programação envolvendo ações educativas e intervenções no trânsito da Capital. Na ocasião, o gestor pintou um coração amarelo no cruzamento das Avenidas Antônio Lira e Epitácio Pessoa. Os símbolos têm sido espalhados em pontos chaves na cidade para reforçar o alerta à população.

“Este é um trabalho de educação que vai contribuir para que o pedestre fique atento ao seu papel, assim como o motorista. E através deste despertar que a Semob-JP está fazendo, chamando a atenção de que é preciso uma convivência harmoniosa, será possível reduzir os acidentes em nossas cidades. A preocupação maior é manter as pessoas vivas e saudáveis e esperamos que a campanha traga a educação à esta boa convivência”, declarou o prefeito.

Dentro da campanha, a Semob-JP deve atuar em duas frentes, sendo uma delas com ações efetivas de intervenção no trânsito, que visam melhorar a fluidez e segurança viária, e outra de vertente educacional, que terá eventos online e presenciais em diversas cidades da região metropolitana, como explicou o superintendente do órgão, George Moraes. “Vamos trazer gestos concretos de mobilidade urbana iniciando obras na Avenida Hilton Souto Maior, instalando o semáforo no cruzamento da Funad, no Pedro Gondim, trazendo mais segurança para os usuários daquele serviço e reforçando a sinalização vertical e horizontal em diversos bairros”, explicou George.

O superintendente da Semob-JP ainda destacou a firmação de convênios com o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) para potencializar a fiscalização e o monitoramento.

Educação

A programação educacional deve contar com lives, que serão realizadas todas as terças do mês de maio, além de ações externas em diversos municípios todas as quintas. “Cada quinta estaremos em um município diferente. Começamos por João Pessoa e seguimos por Bayeux, Santa Rita e Conde em ações integradas com as equipes de trânsito locais”, explicou a chefe da Divisão de Educação para o Trânsito, Gilmara Branquinho. A equipe ainda prepara um curso EaD de educação para o trânsito.

O evento de abertura da campanha ainda contou com a participação do superintendente do Detran-PB, Isaías Gualberto, do superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Carlos André, e da diretora administrativa e financeira do Departamento Municipal de Trânsito de Bayeux, Allana Cirne.

 

VEJA TAMBÉM

1 comentário

  • LUIS EVANDRO SANTOS DE SA
    15:40

    A administração de Cícero Lucena (assim como foi a de Luciano Cartaxo) é um fracasso na regulamentação do trânsito da cidade.
    Faz intervenções midiáticas mas o fundamental que é a atuação preventiva para coibir excesso de velocidade e ruídos etc, nunca é feito.
    A propósito, os agentes da Semob não tem orientação para desenvolver tais atividades e ficam paralisados em determinados pontos da cidade contemplando a natureza e contribuindo com a aglomeração apenas.
    Cito como mais um exemplo a deficiência grave na sinalização de trânsito (vertical, aérea, horizontal e eletrônica) tomando como base uma bairro de classe média que é Manaíra, o que nos leva a acreditar que nos bairros da periferia a situação deve ser uma barbárie.
    A cidade precisa de mais ação, mais planejamento, menos improvisação e menos ação midiática!

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.