Prefeitura de Campina demite 300 servidores por acúmulo ilegal de cargos

A Prefeitura Municipal de Campina Grande exonerou cerca de 300 servidores este ano por acúmulo ilegal de cargos. Foi o que revelou o procurador-geral do município, José Fernandes Mariz.

Mais de mil processos administrativos foram instaurados com base em determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB). O procurador informou que em alguns casos, funcionários pediram a exoneração de alguns dos cargos que acumulavam.

Desse montante, 500 processos administrativos já foram concluídos. Alguns processos seguem em investigação.

Segundo o procurador, os acúmulos de cargos identificados ocorreram entre cargos da própria prefeitura, entre municípios ou com o governo do estado.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.