Prefeitura dá 72 horas para servidores lotados no Governo serem devolvidos

O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra (PSB), oficializou hoje à tarde a promessa feita ontem em entrevista à Rede Paraíba Sat. Como resposta ao ato do Governo do Estado que exigiu o retorno de Nailton Ramalho, secretário da Receita Municipal, a prefeitura deu um prazo de 72 horas para que todos os 106 servidores municipais à disposição da administração estadual sejam devolvidos a seus respectivos cargos.

Segundo um levantamento extraoficial, são 73 os servidores do Estado que atualmente estão à disposição do município de João Pessoa.

Pela manhã, o secretário de Administração da prefeitura, Gilberto Carneiro, adiantara que o Governo do Estado não renovara a cessão de Nailton Ramalho, que é auditor fiscal, ao município e que ocupava desde 2005 a Secretaria da Receita Municipal.

Carneiro disse que diversos ofícios foram enviados para o Governo do Estado na tentativa de manter a política de gestão. No entanto, respostas não foram dadas, subentendendo-se, assim, a indisposição do Executivo estadual em continuar a cooperação.

Gilberto Carneiro lembrou a eficiência de Nailton Ramalho à frente da pasta, lamentando que um profissional de qualidade inquestionável tenha ficado descoberto por razões não justificadas pela gestão estadual, forçando-o a retornar aos quadros do Estado. “Trata-se de um episódio lamentável, mas, como não há disposição do Governo do Estado em manter a cooperação, é preferível suspendê-lo. Os servidores municipais devem se apresentar no prazo estipulado aos seus órgãos de origem”, avisou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.