Prefeito entrega moradias populares no Timbó

A Prefeitura Municipal de João Pessoa entregou hoje de manhã 136 apartamentos, através dos quais cerca de 600 pessoas puderam deixar de viver em situação de risco na comunidade do Timbó, no bairro dos Bancários. Além da moradia segura e de qualidade, a população ainda foi beneficiada com obras de infraestrutura, como a pavimentação de ruas e a contenção de encostas, solução para problemas de deslizamento de barreiras e alagamentos. No total, foram investidos R$ 14,5 milhões.
 
“Estamos tendo a oportunidade de garantir uma vida mais digna e tranquila para pessoas que já passaram por muitas dificuldades”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo, depois de receber o agradecimento de diversos moradores. “Trabalhamos juntos à comunidade, à igreja e a outras entidades e, unidos, pudemos resolver este problema histórico. Nosso objetivo é justamente este, de fazer um governo com ações voltadas para melhorar a vida de quem mais precisa”, complementou.
 
O vice-prefeito, Nonato Bandeira, destacou que a ação simboliza o compromisso da gestão e sua prioridade em resolver os problemas daqueles que mais precisam. “Não são apenas casas, mas todo um conjunto de ações, que envolvem a infraestrutura e a urbanização, e que vão garantir que estas pessoas tenham um lar e vivam a cidadania plena”, declarou.
 
Para a secretária municipal da Habitação, Socorro Gadelha, é uma alegria poder ver essas famílias iniciarem um novo momento em suas vidas. “Acompanhamos todas as dificuldades enfrentadas por estas pessoas e agora podemos afirmar que eles terão uma nova vida, com um lar e com todas as condições que são necessárias para que tenham qualidade de vida. Este é o resultado de muito esforço e mobilização da Prefeitura”.
 
Recomeço – Depois de muito sofrimento e espera, a chegada da casa nova é vista como um momento de recomeço para muitos moradores. “Vivemos com medo por muito tempo. Ninguém conseguia dormir direito em noite de chuva, pois tinha sempre o risco da barreira”, contou o assistente de pedreiro José Inácio, de 38 anos, que mora com a esposa e mais dois filhos. “Agora é tentar superar isso e começar uma vida diferente”, afirmou.
 
A diarista Josefa de Lima, de 27 anos, já arrumou toda a casa nova, onde vai viver com o marido e a filha de oito anos. “Foi um longo caminho pra chegar até aqui. A gente morava em uma casa em área de risco e precisamos sair para evitar um acidente com a barreira. Recebemos o aluguel social e nos mudamos, mas hoje temos nossa casa. Só de saber que a casa é minha e que eu vou viver em segurança já faz toda a diferença”, declarou.
 
Planejamento – A conclusão e entrega das obras de habitação popular no Timbó requereram grande esforço e planejamento da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). No início da atual gestão, a obra estava paralisada, o que trazia grande preocupação, pois diversas famílias continuavam a viver em situação de risco.
 
Mesmo antes da entrega dos imóveis, estes moradores já recebiam os cuidados da PMJP. “Garantimos o auxílio aluguel para dezenas de famílias que estavam desabrigadas e, mesmo em situações emergenciais, oferecemos abrigos, cestas básicas, colchões e tudo o que foi preciso para que pudessem superar aquele momento difícil”, contou a secretária municipal do Desenvolvimento Social, Marta Moura.
 
Ao mesmo tempo, a Secretaria municipal da Habitação analisou os problemas que atrasavam o fim do projeto, resolvendo substituir uma das empresas envolvidas. O lugar foi ocupado pela Dubai Engenharia, que finalizou a obra em parceria com a Caeng.
 
“Esta ação representa a celebração e a realização de um grande sonho. A comunidade criou a esperança e hoje isso se realiza. São 136 famílias que a partir de hoje irão viver longe da área de risco. Nós temos que festejar isso que é fruto de uma grande luta. Só posso agradecer à sensibilidade da gestão que em todo momento esteve aberta e disposta a nos ajudar”, disse o padre Marcondes Meneses, da paróquia Menino Jesus de Praga, nos Bancários.
 
Obras – Os moradores da zona de maior risco puderam, dessa forma, ver os seus novos lares finalizados. Cada um dos 136 imóveis possui 37 metros quadrados (m²) e é dividido em sala, dois quartos, cozinha e banheiro. Este serviço custou R$ 2,5 milhões, destinados pelo Governo Federal, por meio do Programa de Subsídio Habitacional (PSH). 
 
A Prefeitura Municipal de João Pessoa, por sua vez, custeou as obras de infraestrutura, que somaram R$ 12 milhões. O valor incluiu a construção de um muro de arrimo para contenção da barreira, evitando os deslizamentos de terra, e a pavimentação de ruas, que permitia o escoamento da água evitando alagamentos e lamaçais.
 
Ação social – A programação de entrega das casas teve início às 8h da manhã, com a realização de uma ação social que uniu esforços de diversas secretarias. Durante toda a manhã desta terça-feira (14), os moradores tiveram acesso a serviços como cortes de cabelo e oficinas recreativas, stands com informações sobre saúde, o Bolsa Família e o Banco Cidadão e a presença da Estação Digital Móvel, que ofereceu jogos educativos e acesso gratuito à internet com acompanhamento de monitores.
 
Além disso, os presentes puderam acompanhar uma programação cultural, com apresentações de danças e esquetes teatrais voltadas para o público infantil e outras para o público adulto, envolvendo temas como a violência contra a mulher e a gravidez na adolescência. Ao final das atividades, todos puderam comer um lanche comunitário preparado pela própria comunidade para comemorar a entrega dos apartamentos.
 
Prestigiaram a solenidade os vereadores Bruno Farias, Bosquinho, Dinho Dowsley e Marmuthe, além dos deputados João Gonçalves e Domiciano Cabral.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.