Prefeito de Santa Terezinha denuncia perseguição contra o município

O prefeito de Santa Terezinha, David Cordeiro (PSDB) denunciou que sofreu pressão para votar no PMDB em troca da obra do abastecimento de água da cidade, cujo processo licitatório foi interrompido após a saída de Cássio Cunha Lima do governo, em 2009. "Me chamaram para declarar a adesão a Maranhão em troca da licitação, mas eu recusei, pois não acredito nesse tipo de fazer política, mesquinha e implacável contra quem não reza pela cartilha do governador", desabafou o prefeito.

O candidato a governador do Estado pela Coligação Uma Nova Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), disse que é contra este tipo de postura. Segundo ele, o tempo do coronelismo já passou e não há mais espaço para essa política mesquinha e perseguidora. “O povo não é bobo. As pessoas não aceitam mais essa forma de fazer política, que só beneficia aliados e deixa a população de uma cidade inteira à míngua”, declarou.

Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato ao Senado, lamentou essa postura do Governo estadual, que estaria pressionando os prefeitos dos pequenos municípios que têm extremas dificuldades administrativas e precisam da celebração de convênios com o Estado, independente do posicionamento político do gestor.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.