Prefeito de Queimadas quer receber impostos de termelétrica

O prefeito de Queimadas, Carlinhos de Tião (PTB), anunciou hoje que vai recorrer à Justiça para receber o Imposto Sobre Serviços (ISS) pago pela  Wärtsilä ao município de Campina Grande. Ele reclama que a usina termelétrica está dentro dos limites territoriais do seu município, devendo pagar tributos à edilidade. “A prefeitura de Campina Grande já recebeu mais de R$ 1 milhão durante a construção da usina, reclamaremos esse valor judicialmente. Se Veneziano não quiser repassar, cobraremos da empresa. Quem paga errado paga duas vezes”, disse o chefe do executivo queimadense.

A usina instalou-se no Compartimento da Borborema e já deve iniciar a venda de energia para a Companhia Hidroelétrica do Vale do São Francisco – CHESF em breve.

A Wärtsilä é uma empresa de origem finlandesa, líder global no fornecimento de motores e prestação de serviços para navios e usinas termeléricas. Também, oferece equipamentos e soluções de energia para diversos tipos de embarcações e aplicações offshore.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.