Prefeito de Mulungu declara apoio a projeto de reeleição de Maranhão

O tucano José Leonel de Moura, prefeito de Mulungu e concunhado do senador Cícero Lucena, declarou ontem apoio ao projeto político de reeleição do governador José Maranhão (PMDB). “Eu e meu grupo vamos trabalhar pelo governador José Maranhão”, afirmou. A conversa foi intermediada pelo deputado estadual Raniery Paulino, líder do PMDB na Assembleia Legislativa da Paraíba.

Ao ser perguntado se a decisão do apoio teria sido comunicada ao presidente estadual do PSDB, José Leonel afirmou que o senador Cícero Lucena deixou os filiados “à vontade”. “Ele sempre entendeu que sou uma pessoa bastante amadurecida no sentido de definições e decisões políticas e o senador tem conhecimento da minha vinda ao encontro com o governador”, informou o prefeito em entrevista.

Ao ser indagado sobre quais lideranças estariam engajadas nesse apoio, José Leonel citou os vereadores Luiz Ribeiro (PSDB), Nelson Rufino (PSDB), George Pereira (PSDB) e Maria José da Silva (PPS), além dos ex-prefeitos Antônio Benício e Leonel de Moura (pai do atual prefeito). “E tantas outras lideranças políticas que abraçarão e caminharão comigo na decisão e definição em termo de votar no governador”, complementou. Os vereadores citados por José Leonel também participaram do encontro com Maranhão, nesta segunda-feira.

Durante o encontro também foram discutidas questões administrativas. Na pauta, os projetos de asfaltamento da estrada que liga Mulungu a Alagoinha, do abastecimento de água do Conjunto Leolândia, além de outras prioridades para o município. “O governador entendeu que todos esses projetos são importantes porque são benefícios para a população”, ressaltou José Leonel.

José Leonel destacou ainda o empenho do governador José Maranhão em buscar empréstimos junto ao governo federal, a organismos nacionais e internacionais para “tocar obras que são prioritárias para o Estado”.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.