Prefeito de Matinhas se livra de acusação de intimidação

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba julgou hoje à tarde uma denúncia da Polícia Federal da Paraíba, contra o prefeito do município de Matinhas, Aragão Júnior, por suposta prática de crime eleitoral. O prefeito respondia por prática ameaçadora com a finalidade de coagir eleitores naquela cidade. Ele também foi acusado de porte ilegal de arma. O inquérito foi requerido pela autoridade judiciária de Alagoa Nova.

Consta na denúncia que pessoas ligadas ao prefeito estariam coagindo eleitores usando pistolas e fazendo revistas nas estradas. O inquérito foi concluído em primeira instância, mas as provas não foram suficientes para justificar as acusações. Hoje o TRE decidiu arquivar o processo, nos termos do voto do relator, Sylvio Porto Filho, e por unanimidade. A decisão foi em harmonia com o parecer ministerial.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.