Prefeito de Lastro é preso depois de ameaça em delegacia

O prefeito do Município do Lastro, Emanuel Sarmento, foi preso por volta das 21h30 de ontem acusado de invadir a delegacia, ameaçar o policial militar George Stefferson de Sousa Leite e ainda ter tentado tomar sua arma, chutado o birô da DP e ameaçar atear fogo à delegacia e à viatura policial.
 
Diante dos fatos, um reforço foi chamado ao município do Lastro. BOPE e ROTAM chegaram rapidamente, conseguiram prender o prefeito que já se encontrava na praça da cidade, acompanhado de amigos e assessores e foi conduzido à delegacia de Sousa.
 
Emanuel Sarmento, na delegacia de Sousa, relatou que havia, no momento em que foi procurar as autoridades policiais de Lastro, uma passeata da coligação adversária e acrescentou que foi solicitar que a polícia impedisse o ato porque estaria causando tumulto no município. Em seu depoimento, o gestor afirmou que sua intenção seria apenas evitar algum tipo de briga partidária em via pública, que poderia terminar numa confusão generalizada.
 
Foi lavrado um boletim de ocorrência pelo Tenente Batista e o documento foi entregue ao delegado da 19º Regional de Polícia Civil, Sylvio Rabello. O delegado adiantou que o caso será apurado nos mínimos detalhes e garantiu que, caso comprovada a atitude do prefeito, ele seria indiciado por desordem, desacato e ameaça.
 
 
Folha do Sertão

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.