Prefeito de Aparecida escapa de cassação no TRE

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), julgou na tarde de hoje uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) contra o prefeito (Deusimar Pires Ferreira)  e vice (Antônio do Nascimento Sobrinho) do município de Aparecida, na região de Sousa, Alto Sertão do Estado. Deusimar respondia por captação ilícita de sufrágio.
 
De acordo com a acusação, Deusimar teria distribuído de forma irregular exames oftalmológicos, óculos e casas populares em período vedado e em prol da sua candidatura. na ocasião, o parecer ministerial da Promotora Carmem Eleonora Silva Perazzo, acusou fragilidade nas provas apresentadas pela acusação.
 
Hoje, a corte também entendeu que as provas não eram suficientes para punir o prefeito e vice de Aparecida. Além de dar desprovimento ao Recurso, ainda aplicou multa de R$ 3 mil a coligação "A Vitória do Povo", entendendo que houve protelação de uma matéria já encerrada.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.