Prefeita de Uiraúna é cassada e TRE pede novas eleições

A corte do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), retomou na tarde de hoje o julgamento do recurso contra a cassação da prefeita de Uiraúna, Glória Geane Oliveira Fernandes (PSDB), e a vice-prefeita, Beunilde Santiago (PMDB). A prefeita e sua vice tiveram a cassação dos mandatos por decisão tomada pelo juiz de São João do Rio do Peixe, Rossini Amorim Bastos no dia 27 de janeiro de 2011.

 
O adversário de Glória, o médico Paulo Artur (PR), acusou a prefeita de cometer abuso de poder político e econômico durante o processo de reeleição em 2008. Geane e Beunilde estão nos cargos devido a uma ação cautelar concedida por João Batista Barbosa no início de fevereiro de 2011.
 
O relator, o juiz João Batista Barbosa na sessão do último dia 16 de dezembro, deu provimento parcial ao Recurso, afastando a pena de multa e a inelegibilidade, mas pedindo novas eleições por causa da cassação dos mandatos das recorrentes. Ele seguiu o parecer ministerial. Na ocasião pediu vistas o juiz Miguel de Britto Lyra.
 
Hoje, o voto-vista de Miguel de Brito Lyra acompanhou o relator e foi seguido pelos demais membros da corte.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.