Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Polícia procura mulher suspeita de furtar dinheiro de ofertas da Igreja Matriz, de Monteiro

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

A mulher suspeita de furtar o dinheiro da caixa de ofertas da Igreja Matriz de Monteiro foi identificada pela Polícia Civil da Paraíba, após investigações do Grupo Tático Especial (GTE) da 14ª Delegacia Seccional. A Polícia Civil segue investigando agora o paradeiro da suspeita.

Ela tem 49 anos de idade, é usuária de drogas e tem histórico de crimes patrimoniais na região de Monteiro. De acordo com as investigações, a mulher foi até a igreja pedir ajuda, dizendo que havia perdido sua carteira com os documentos. Em determinado momento, ela subtraiu todo dinheiro que havia no baú das ofertas e fugiu. O crime aconteceu no dia 15 deste mês.

Após o delito, a investigada teria retornado para um centro de reabilitação de dependentes químicos existente em Arapiraca/AL.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

UEPB: uma crise democrática

Confusão continua: TRE nega ter chancelado posse de Raissa Lacerda na Câmara

Anteriores

boaventura

Auditor do TCE é barrado em Boa Ventura e aciona MP e polícia para checar finanças

f13594e09cbba8986323e3cf52d2a445

João surpreende e nomeia Arymatheus para Saúde e Miguel Ângelo para Desenvolvimento Econômico

WilsonfilhoRepublicanoss

João Azevêdo anuncia Wilson Filho e Edilson Amorim para a Educação da PB

joao-azevedo-paraiba

João Azevêdo anuncia investimentos e credenciamento de entidades para o Programa de Aquisição de Alimentos

aaada

Professores e servidores da UFPB e do IFPB convocam imprensa para entrevista coletiva nesta quinta

aditivo-sao-joao-cg

MPPB, órgãos e empresa assinam Termo Aditivo sobre segurança durante o São João de Campina Grande

cumprimento-decisao-boa-ventura

MPPB tem pedido deferido pela Justiça e garante auditoria do TCE na Prefeitura de Boa Ventura

cópia-de-casa-da-pamonha1

Procon-JP realiza pesquisa no valor das comidas típicas durante os festejo juninos

trt

TRT acata recurso e anula decisão de juiz após parto de advogada

sadfgasdg

Alça que dá acesso à BR-230 no bairro do João Agripino é bloqueada nesta quinta