Polícia prende em Lucena cinco pessoas acusadas de aliciar adolescentes

Uma operação integrada, envolvendo as Polícias Civil, Militar e o Conselho Tutelar, resultou na prisão, na noite de ontem, no município de Lucena, litoral norte do Estado, de cinco pessoas acusadas de aliciamento de menores para prostituição. São elas: Chateaubriand Pinto Bandeira Neto, 25 anos, residente em Lucena; Márcio Diogo dos Santos, 23 anos, Bernard Eduardo Araújo Morais, 18 anos; Samuel Bezerra de Oliveira, 26 anos e Marciel Vale dos Santos, 26 anos, residentes em Campina Grande.

O Conselho Tutelar recebeu a denuncia de que uma casa na Praia de Camaçari estaria sendo usada para prostituição infantil e acionou a Polícia.  Os policiais, juntamente com os conselheiros tutelares, estiveram no endereço mencionado e encontraram os acusados na companhia de quatro adolescentes, com idades entre 15 e 17 anos.

No local, havia várias garrafas de bebidas alcoólicas, além de preservativos.  Segundo informou o delegado Ademir Fernandes, a Polícia já vinha investigando denuncias de prostituição infantil no município. “Já vínhamos monitorando e com a ajuda da população chegamos aos envolvidos”, disse a autoridade policial.  Um dos acusados, Chateaubriand Neto, segundo a Polícia, já respondeu processo por posse de munição.

Todos foram conduzidos para delegacia local. Os maiores serão transferidos nesta sexta (17) para o presídio Padrão de Santa Rita. Os menores foram entregues aos pais e responsáveis.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.