Polícia não tem pistas de assassinos do irmão do prefeito de Quixaba

O comerciante Jomar de Medeiros Batista, 57 anos, foi assassinado com um tiro na nuca ontem de manhã em um um matagal às margens da estrada que liga os municípios de Patos e Quixaba. Jomar é irmão do prefeito de Quixaba, Júlio Cézar. A polícia, apesar de não ter pistas do criminoso que tirou a vida do comerciante, acredita que se trate de um latrocínio.

Testemunhas contaram que dois homens foram vistos ao lado de Jomar na estrada. Um deles estaria encapuzado e empurrado a moto Dafra preta de propriedade do comerciante. Em depoimento à polícia, os populares disseram acreditar que o veículo estaria sem gasolina, mas ainda assim chamaram a polícia que encontrou o cadáver de Jomar.

O prefeito Júlio César esteve no local acompanhando o trabalho da polícia que inclusive fez uma varredura dentro do matagal à procura dos suspeitos. Até agora a polícia não tem nenhuma pista que possa chegar aos dois acusados.

A vítima era uma pessoa bastante conhecida da população de Teixeira, cidade onde morava. Além de Júlio César, o comerciante era irmão do jornalista Josimar de Medeiros, conhecido em Patos como “Pingolinha” e era tio da secretária de finanças do município de Patos Méricles Medeiros.

Muitos curiosos pararam na estrada para acompanhar o trabalho dos peritos que após as investigações preliminares do local, conduziram o corpo da vítima para a UML (Unidade de Medicina Legal) de Patos.

Portal Patos
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.