Polícia Federal vai investigar prefeito de Marcação

A Polícia Federal deverá ser acionada para investigar uma série de acusações contra o prefeito de Marcação, na região de Baía da Traição,  Paulo Sérgio da Silva (PMDB). Segundo denúncias encaminhadas ao procurador federal da 5ª Região, Humberto Araújo, Sérgio teria cometido irregularidades  e fraudes no recebimento do Programa Bolsa Família, no programa de Merenda Escolar (provavelmente verbas do Fundef), irregularidades na administração do Fundeb, crime ambiental e ainda apropriação indébita previdenciária.
 
As denúncias foram apresentadas pelo Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Marcação. O delegado da Polícia Federal Fernando Castro Teodoro disse já estar ciente das denúncias e apenas aguardando parecer do procurador para iniciar as diligências no município de Marcação.

Cassado – Com o processo em tramitação em relação a uma Aime (Ação de Impugnação de Mandato Eletivo), Paulo Sérgio foi cassado pelo juiz da 55ª Zona Eleitoral,  por compra de voto e abuso de poder econômico  praticados nas Eleições de 2008. Ele se mantém no poder por força de uma liminar conseguida no TRE-PB. Está sendo aguardado o voto do relator, juiz João Batista Barbosa.  

Entre as possíveis irregularidades apontadas pelos vereadores está a falta de  médicos nos Programas de Saúde da Família, pois quem precisa de atendimento médico recorre  ao município de Rio Tinto.  Enquanto isso, segundo documento da denúncia, as únicas duas ambulâncias do município estão sucateadas, sendo que uma delas está parada em uma oficina em João Pessoa há mais de um ano e a outra está na cidade, mas parada.  Além, segundo versa o documento apresentado pelos vereadores, os alunos estão sem merenda escolar, mesmo a Prefeitura tendo recebido, em julho,  um total de R$ 1.661.783,16 para a educação.

Jornal da Paraíba

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.