Polícia continua investigando para realizar novas operações em Patos

O delegado Cristiano Jacques Araújo, do Grupo Tático Especial, da Secretaria da Segurança e Defesa Social, em Patos, anunciou que está realizando um trabalho investigativo para que possa desencadear novas operações com o objetivo de combater o tráfico de drogas e também a onda de homicídios naquela região.

Nesta terça-feira (3), cerca de 120 policiais, entre ecivis e militares, participaram da Operação “Liberdade” que teve o objetivo de cumprir 38 mandados de busca e apreensão em pontos de drogas da cidade de Patos expedidos pelo juiz da 5ª Vara daquela Ramonilson Alves Gomes.

Cristiano disse que a Operação foi a maior do ano no município e demonstrou a preocupação da Secretaria de Segurança com a cidade de Patos,que teve um impacto grande e positivo, resgatando a credibilidade com à sociedade patoense.

“A investigação é fruto de um trabaho conjunto entre o GTE (Grupo Tático Especial-Patos) da 5ªGRPC em conjunto com Serviço de Inteligência do 3º BPM”, acrescentou o delegado.As estatísticas criminais, acrescentou, vem mostrando que os crimes contra pessoa, principalmente os homicídios, quando não são ocasionais,resultam direta ou indiretamente de envolvimento com entorpecentes.

O delegado frisou que o aumento de dependentes químicos no município tem como conseqüência direta o aumento de crimes contra o patrimônio, como por exemplo, furtos para alimentar o vício.A operação realizada na terça-feira resultou na prisão em flagrante de oito pessoas: Carlos Roberto Madeira de Lima (1kg cocaína, 1tablete de maconha e 1 motocileta roubada); Eliane Pereira Cândido (26 pedras de crack); Carmélio Dionízio Santiago (1revólver cal.38); José Roberto da Silva Júnior (300 gramas de crack, 1 revólver cal. 38); Fábio dos Santos Gomes (200 gramas de crack); Gessivaldo da Silva Gonçalo (200 gramas de crack) e apreensão de um adolescente também com droga.

A Operação foi considerada bastante  proveitosa pela polícia, tendo em vista as prisões que foram feitas, como é o caso José Roberto da Silva Júnior, o “Negão” traficante e suspeito de participação em vários homicídios na cidade de Patos, além de Carlos Roberto Medeiros, o “Cacau”, preso com cocaína e maconha e ainda a apreensão de motocicleta roubada, reconhecida pela proprietária.

O delegado Cristiano Jacques garantiu que novas operações irão acontecer no âmbito de Patos e região. “Não vamos parar. Vamos a outras regiões da Paraíba em cumprimento a determinação do secretário Gustavo Gominho no combate a criminalidade”, garantiu.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.