Polícia Civil prende trio suspeito de matar 15 pessoas em Catolé do Rocha

 

Três homens acusados de integrar um grupo de assassinos que atua na cidade do Catolé do Rocha, no interior da Paraíba, foram presos nesta quinta-feira (21) pela Polícia Civil.

As prisões ocorreram nas cidades de Sousa, Campina Grande e Catolé do Rocha. Um quarto homem apontado pelas investigações como integrante do mesmo grupo criminoso foi preso na quarta-feira (20) em João Pessoa.

Segundo informações do delegado Silvio Rabelo, da 3ª Superintendência de Polícia Civil da Paraíba, os alvos da ação policial são indivíduos de alta periculosidade e fazem parte de uma organização criminosa que atua em Catolé do Rocha, mas fugiram para outras cidades da Paraíba, após causar mortes.

Ele acrescentou que a Polícia Civil já prendeu os principais envolvidos na chacina ocorrida em junho de 2020.  Apesar disso, as investigações irão continuar para prender demais envolvidos em homicídios ocorridos no ano passado.

“Os presos são homicidas considerados perigosos, responsáveis por cerca de 15 mortes em chacina ocorrida no ano passado na região. Os alvos estavam foragidos, mas foram presos por equipes da Polícia Civil”, declarou.

Os presos serão encaminhados ao Sistema Prisional e apresentados ao Poder Judiciário.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.