PMDB vai decidir se expulsa Iraê Lucena

O PMDB vai convocar o Conselho de Ética do partido para definir o destino da ex-deputada estadual Iraê Lucena que integra o bloco dos dissidentes do partido. A informação é do presidente da legenda, Antônio Sousa, que negou ter dito que “expulsaria” a ex-deputada do partido durante entrevista concedida ontem à emissora de rádio CBN João Pessoa. “Não falei em expulsão, até porque quem decidirá o futuro dela é o Conselho de Ética. É o consleho que trata das questões disciplinares”, disse.

Antônio Sousa espera que a ex-deputada se retire do partido sem ter que passar pelo “constrangimento de uma sessão de ética”. “Não há mais espaço para Iraê no partido, ela foi infiel sim e acho que ela deveria se retirar assim como fizeram outros integrantes”. A reunião do Conselho de Ética do partido deve acontecer na primeira semana de julho.

O presidente do PMDB se refere ao ex-deputado estadual Flaviano Quinto Ribeiro Coutinho e o prefeito de Santa Rita, Marcos Odilon Ribeiro Coutinho. Ambos já anunciaram que deixarão o PMDB para ingressar no PSD. Sobre a família Ribeiro Coutinho, Antonio Sousa disse que não será preciso tratar dos dois na reunião do Conselho de Ética, já que eles comunicaram que vão sair do PMDB.

Correio da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.