PMDB da PB discute candidaturas próprias em 2012

O presidente estadual do PMDB, Antonio Souza da Silva, foi convocado pela Executiva Nacional do Partido e já confirmou presença, para uma reunião em Brasília, na próxima quarta-feira (06), envolvendo dirigentes peemedebistas de todos os Estados, para discutirem a proposta de candidatura própria nas principais cidades do país, nas eleições municipais de 2012.

Antonio Souza defende que o partido tenha candidatura própria em todos os municípios paraibanos. Segundo ele, “o PMDB precisa preparar candidaturas próprias para fortalecer cada vez mais a sua estrutura e manter o favoritismo, não apenas nas eleições de 2012, mas também nos pleitos eleitorais futuros”.

Para o dirigente partidário, o PMDB precisa ampliar a atuação nos municípios e estabelecer bases políticas sólidas. “Ao lançarmos candidaturas próprias, mostramos a força do partido no Estado e a nível nacional”, ressaltou.

Essa, segundo ele, é a postura mais condizente com o tamanho do PMDB. Souza afirmou que isso fortalecerá a sigla, auxiliando também na disputa pelas vagas nas Câmaras Municipais. “O PMDB não pode deixar é de participar, de concorrer e vencer. Queremos que o partido possa fazer o maior número de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. O time que não joga, não tem torcida. Se você não estiver participando, quem é que vai torcer por você?”

O presidente peemedebista disse que as tratativas para alianças já foram iniciadas com vários setores da oposição, visando a eleição do próximo ano, trabalho este comandado pela maior liderança do partido no Estado, o ex-governador José Maranhão.

Ofensiva

O objetivo do PMDB, com a reunião da próxima quarta-feira, será o de lançar uma ofensiva, recomendando a todos os diretórios municipais que patrocinem candidatura própria do partido na eleição de 2012. O partido orienta os dirigentes a privilegiarem nomes próprios para a disputa em vez de procurar "alianças amplas" com outros partidos, o que somente virá a acontecer num eventual segundo turno.

"A recomendação é essa: candidaturas em todas as cidades. Sempre que possível, (os diretórios devem) lançar candidaturas próprias, mas claro que há cenários onde esta vontade não será possível e não teremos como fugir de alianças”, disse o presidente do PMDB paraibano.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.