Petistas se solidarizam com deputado Luiz Couto

Parlamentares da bancada do PT na Câmara ocuparam a tribuna nesta quarta-feira (21) para manifestar solidariedade ao deputado Luiz Couto (PT-PB) que está sendo alvo de uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF).
 
O petista, na condição de relator da CPI do extermínio no nordeste, citou o deputado Manoel Júnior (PMDB-PB) durante os trabalhos de investigação entre 2003 e 2005 acerca da atuação de grupos criminosos na região. "Não pude deixar de citar aquilo que foi dito pelas diligências e pelos depoimentos", explicou Couto.

Ao defender o companheiro de partido, o deputado Valmir Assunção (PT-BA) afirmou em plenário que "todos os homens e mulheres que têm convicção e estão a favor da retidão vão ter sempre contra eles aqueles que querem destruir o conceito da verdade, que é fundamental".
 
O deputado Pedro Uczai (PT-SC) deixou sua solidariedade ao deputado Luiz Couto "e a todas as lideranças que lutam por justiça, igualdade social, dignidade humana e reforma agrária no País".

Para a deputada Erika Kokay (PT-DF), o companheiro de bancada está sendo questionado porque decidiu falar a verdade. “A verdade é cheia de coragem. Essas tentativas de calar Luiz Couto não vão lhe deter, porque ele fala em nome da vida, da construção de um sonho e de sua transformação em realidade”.
 
Ao falar da ação que tramita no STF, Luiz Couto disse esperar que tribunal arquive o processo. "Há jurisprudência por ser uma ação do Parlamento, que tem imunidade por seus votos, por suas falas, por suas opiniões", ressaltou.
 
"Peço a solidariedade e a defesa dos companheiros e companheiras do meu partido e das outras bancadas. Agradeço, com a graça de Deus", disse.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.