Petistas querem suspender recesso legislativo

A bancada do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa, composta por Luciano Cartaxo, Anísio Maia e Frei Anastácio, protocolou, hoje, um ofício solicitando que o presidente da Casa, deputado Ricardo Marcelo, suspenda o recesso legislativo em virtude da situação de instabilidade na administração pública estadual, especialmente a precarização nos setores de Saúde, Educação e Segurança da Paraíba. O recesso está previsto para começar no próximo dia 20, indo até o dia 5 de julho.
 
“Entendemos que esse é o momento da Assembleia Legislativa permanecer em pleno funcionamento porque ela é a caixa de ressonância da sociedade. Durante os 15 dias de recesso, que equivalem a apenas cinco sessões ordinárias, muita coisa pode acontecer em nosso Estado e o melhor é permanecer funcionando. Além do mais, será uma oportunidade de repormos as sessões não realizadas na época das reformas estruturais na Casa no início desta legislatura”, ressaltou o parlamentar.
 
Cartaxo lembra que, de acordo com o Regimento Interno da Assembleia, está previsto que uma comissão de deputados deverá ser estabelecida para atuar durante o recesso, mas lembra que a situação demanda a participação de todos os deputados. “Uma coisa é uma comissão de deputados neste momento da Paraíba, outra é a Assembleia funcionando plenamente, com a presença dos 36 deputados”, declarou. O parlamentar lembra que será vedado o pagamento extra aos deputados durante o período de recesso.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.