Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Pesquisadores registram passagem da Estação Espacial Internacional no céu de JP

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Os professores de Astronomia, alunos e pesquisadores da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, Associação Paraibana de Astronomia (APA), Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon) e da Coordenação Regional Nordeste (Asteroid Bay Brasil) conseguiram captar, no último domingo (11), a passagem pelo céu de João Pessoa da Estação Espacial Internacional (ISS) em frente à lua.

O registro foi captado pelo astrônomo amador, Renato Bandeira, e foi realizado a partir de uma atividade (Curso Básico de Astronomia) coordenada pelo professor da Estação Cabo Branco, Marcos Jerônimo, do Laboratório de Astronomia da Estação. A passagem da Estação Espacial aconteceu às 10h37 do domingo.

“A Estação Espacial Internacional é um grande laboratório espacial e conta atualmente com seis tripulantes, sendo três americanos, dois russos e um japonês. Ela completa mais de 15 órbitas em torno da Terra todos os dias, e não é raro vê-la passando sobre João Pessoa. Mas, passando exatamente em frente à Lua é difícil, e conseguir registrá-la durante o dia, é mais difícil ainda”, comentou Marcos Zurita, da Associação Paraibana de Astronomia (APA).

A nave passou a 4 quilômetros da Terra e foi visualizada em 1 segundo. O momento foi captado por uma câmera “Sony Nex 7”, com lente “Tokina Atx” 500mm f.56 do astrônomo Renato Bandeira. “Foi realmente uma realização muito grande, pois já participamos de várias atividades para tentar registrar o momento, mas todas sem sucesso. Dessa vez seria uma passagem muito mais difícil e rara, pois foi pela manhã com o céu claro. Foi uma longa preparação com sorte de ter tempo limpo no momento da passagem”, contou Bandeira.

Sobre a Estação Espacial Internacional – A nave Espacial International Space Station (ISS) consiste em laboratório espacial cuja montagem em órbita começou em 1998 e acabou oficialmente em 8 de junho de 2011 na missa STS – 135. De acordo com site da Nasa, a Estação se encontra em órbita baixa (entre 340 km e 353 km), que possibilita ser vista da Terra a olho nu, e viaja a uma velocidade média de 27.700 km/h, completando 15,77 órbitas por dia.

A Estação Espacial Internacional representa a permanência do homem no espaço e tem sido mantida com tripulações de número não inferior a dois elementos desde 2 de novembro de 2000. A cada rendição da tripulação, a Estação comporta duas equipes (em andamento e a próxima), bem como um ou mais visitantes. A EEI envolve diversos programas espaciais. Fazem parte hoje da tripulação os cientistas Richard Arnold (EUA), Oleg Artemyev (Rússia), Andrew Feustel (EUA), Norishige Kanai (Japão), Comandante Anton Shkaplerov (Rússia) e Scott Tingle (EUA).

Fonte: https://www.nasa.gov/mission_pages/station/main/index.html

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Incidente no Restaurante Garden: entenda o que realmente aconteceu

Anteriores

Acidente na BR 230 deixa um motociclista morto

Motociclista morre após bater em traseira de caminhão na BR-230, em João Pessoa

Delegação da Paraíba no 24º Grito da Terra Brasil, em Brasília

Delegação da Fetag-PB participa de mobilização em Brasília do 24º Grito da Terra Brasil

Professora

MP recomenda medidas para promoção da igualdade racial nas escolas estaduais

João Azevêdo é homenageado na CMJP

João Azevêdo é homenageado na Câmara por obras estruturantes na Capital

Thyago Colaço e Luís Faro Ramos

Presidente da Câmara Portuguesa confirma visita do embaixador de Portugal à Paraíba

Perfume falsificado

Polícia apreende mais de dois mil produtos falsificados de marcas famosas em loja de CG

semanadomei (1)

Semana do MEI: Sebrae orienta empreendedores sobre adesão ao Domicílio Eletrônico Trabalhista

egidiopreso

Audiência de Egídio tem oitiva de Dom Delson, mas é interrompida a pedido da defesa

acidentetransito (1)

Câmara de João Pessoa debate Maio Amarelo pela paz no trânsito

robertosantiago

Roberto Santiago: herança da avó e tios tirou a família do fundo do poço