Pedro Medeiros cobra medida enérgica de Ricardo Marcelo contra faltosos

Paulo de Pádua

“Um deputado ganha muito bem. Nós não temos o que reclamar e deveríamos dar dar bom exemplo. Por isso não é mais admissível que por falta de quórum mínimo (cinco parlamentares) a Casa registre, por semana, sessões declaratórias”. O desabafo foi feito pelo deputado estadual Pedro Medeiros (PSDB) ao ser questionado pela imprensa sobre a sessão declaratória de hoje na Assembleia Legislativa.

Ele admitiu que essa situação resvala, negativamente, tanto na imagem do Legislativo Estadual quanto na imagem do parlamentar. Pedro Medeiros afirmou que essas sessões declaratórias vem ocorrendo desde do começo desta atual legislatura e não só apenas em período eleitoral.

“Eu não quero citar aqui ninguém. Cada deputado tem o direito de exercer o mandato que achar conveniente. Mas, a Casa tem 36 parlamentares e não é admissível que não se tenha, pelo menos, cinco deputados por dia, como determina o Regimento Interno, para se abrir uma sessão ordinária”, comentou.

Medeiros ressaltou que tem observado, nessa atual legislatura, a ausência de deputados. Ele acredita que na sessão de amanhã o presidente da Casa, Ricardo Marcelo (PSDB), irá reunir o Colegiado de Líderes e todos os parlamentares para cobrar uma presença maior no plenário. “A sessão todos os dias é um dever obrigação da Assembleia e dos deputados”, acrescentou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.