Pedro Cunha Lima afirma que R$ 20 bi de Bolsonaro à PB é retórica populista

Em meio à polêmica envolvendo o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) e os governadores por causa das verbas federais enviadas aos Estados para o combate à pandemia, o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) criticou o presidente e disse que o anúncio feito por ele nas redes sociais ontem à noite de que teria destinado mais de R$ 20 bilhões à Paraíba para enfrentamento à Covid-19 é “uma retórica populista”.

“Sou oposição ao governo da Paraíba, mas não posso ser incoerente. Não posso me calar quando vejo um presidente numa live questionando o uso de máscara a esta altura da pandemia. Não é possível que mais de mil pessoas estejam morrendo por dia e ele ainda questione o uso de máscaras. Eu também não posso ser irresponsáve de fortalecer a ideia de que chegou para a Paraíba de extras, ou para a pandemia, mais de R$ 20 bilhões. Se brincar, não chegou nem a R$ 1 bilhão. O presidente ao invés de fazer gestão, adota uma postura de populismo para poder se posicionar bem na pandemia. Ele coloca a economia contra a saúde, como se tivesse que ser assim e isso faz muito mal”, declarou o deputado federal.

Pedro ainda defendeu o aumento de restrições para combater o avanço do novo coronavírus, mas criticou a suspensão dos serviços de delivery depois das 22 horas. “Isso é irracional. É ilógico. É preciso proteger a economia, também,  mas não sou a favor do toque de recolher. Depois das 22 horas já não tem mais aglomeração”, comentou, dizendo que o decreto editado pelo Governo foi “mal elaborado”.

Apesar das críticas ao presidente, Pedro considera que não há embasamento para o impeachment de Jair Bolsonaro. “É preciso um crime muito claro, um esquema de corrupção… e o pedido das ruas. Por pior que seja Bolsonaro, uma parte grande da sociedade ainda acha que ele é melhor que os demais”.

VEJA TAMBÉM

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.