Pedro Cunha Lima abre mão de aposentadoria especial

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) abriu mão da aposentaria especial a que os parlamentares têm direito. Com o chamado Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC), que prevê contribuição mensal de R$ 3.713,93 (11% do salário) por 35 anos, o político recebe uma aposentadoria mensal de R$ 33.763,00. O PSSC permite que todos os políticos, independentemente do gênero, se aposentem com 60 anos de idade ou ao completarem 35 anos de contribuição. A renúncia foi assinada pelo deputado no dia 12 deste mês.

“Não podemos mexer na aposentadoria do brasileiro sem modificar a nossa. Não é justo uns receberem tantos benefícios, enquanto outros não têm acesso ao básico. É preciso ter um combate mais agressivo contra a desigualdade e devemos diminuir o custo da máquina pública, cortando privilégios, que não são justos em um País de tantas desigualdades”, disse.

Com o PSSC cada ano a mais de contribuição nesse regime rende R$ 964,65 a mais para a aposentadoria. Em seis anos contribuindo com o Plano de Seguridade, os deputados já conseguem se aposentar com valores superiores ao teto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.