Pedreiro preso por assassinato de jovens em GO é encontrado morto

O pedreiro Adimar da Silva, preso em Goiás pelo assassinato de seis jovens em Luziânia, foi encontrado morto na cela na manhã deste domingo (18). Ele estava preso em uma cela isolada no Denarc de Goiânia.

Segundo Norton Luiz Ferreira, delegado chefe de comunicação da Polícia Civil de Goiás, Adimar foi encontrado enforcado com uma tira do forro do colchão da cela por volta das 12h30. De acordo com a polícia, ele teria cometido suicídio.

Na manhã deste domingo ele teria conversado normalmente com os onze presos da cela ao lado e os policiais não desconfiaram de seu comportamento. "Durante a conversa com os presos ele repetiu o depoimento que deu à polícia e contou novamente como matou os meninos", disse Ferreira.

O pedreiro estava preso desde o dia 10 de abril, quando confessou ter matado seis jovens que estavam desaparecidos desde dezembro de 2009. Ele ainda indicou à polícia onde os corpos das vítimas estavam escondidos.

 

G1

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.