Pedido de vista adia votação de projeto que proíbe canudos em João Pessoa

Os vereadores de João Pessoa começaram a apreciar na manhã desta quarta-feira, 17, um projeto de lei de aujtoria do vereador Tanilson Soares (PSB) para proibir o uso de canudos plásticos na capital da Paraíba. O assunto gerou uma intensa polêmica e teve pedido de vista feito pela vereadora Raissa Lacerda (PSD).

A proposta de Tanilson “obriga restaurantes, bares, lanchonetes e similares a usarem e fornecerem canudos de papel biodegradável, reciclável e/ou reutilizável, individual e hermeticamente embalados com material semelhante, e dá outras providências”.

O vereador Lucas de Brito apresentou uma emenda dispondo que ao invés da proibição, os estabelecimentos deverão fazer a divulgação de uma advertência sobre os danos causados pelos canudos ao meio ambiente: “Seria semelhante ao que acontece com as carteiras de cigarro. Nossa emenda é conciliatória, incluindo uma atitude de conscientização e ao mesmo tempo sem proibir o uso dos canudos”, explicou Lucas.

Os vereadores Mangueira e Bruno Farias discordaram da ideia e anteciparam que votarão contra. “Sou contra a intervenção do Estado no empreendedorismo e vejo uma grande incoerência no projeto. Estamos condenando os viciados e não o vício. Por que não fazer educação ambiental?”, questionou Bruno.

Justificativa – No texto de seu projeto, Tanilson Soares afirma que “o polipropileno e o poliestireno, materiais dos quais geralmente são feitos os canudos, não são biodegradáveis, e quando descartados, tendem a ficar no ambiente, desintegrando em pedaços menores. Como é muito pequeno e leve, assim como tampas de garrafa, por exemplo,
frequentemente são ignorados nos processos de reciclagem, e, não obstante ter uma vida útil estimada em apenas 4 minutos, levam aproximadamente 400 anos para se decompor na natureza. Países de primeira grandeza estão adotando medidas ostensivas para coibir o uso de canudos de plástico e, consequentemente, estimular a busca por alternativas sustentáveis e eficientes”.

Tanilson esteve ausente da sessão ordinária desta quarta-feira, 17.

Pedido de vista adia votação de projeto que proíbe canudos em João Pessoa

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.