Pedido de suspeição de juíza adia audiência com Edna Henrique

O advogado Carlos André Bezerra, que atua na defesa da prefeita Edna Henrique (PSDB) na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) que tramita na Comarca de Monteiro, pediu na manhã de hoje a suspeição da Juíza Vanessa Andrade, o que motivou o adiamento da audiência.
 
No pedido de suspeição apresentando pelo advogado, ele alega que a juíza é casada com Heuder Liberalino da Nóbrega, militante político filiado ao PMDB, partido que encabeça a denúncia contra a prefeita Edna Henrique.
 
Ainda segundo o advogado Carlos André, recentemente a juíza teve um "grave entrevero" com o deputado João Henrique, esposo de Edna, fato que repercutiu em toda a imprensa da Paraíba. A magistrada foi criticada publicamente por ter proibido a circulação de carros de som com a divulgação dos números da pesquisa Ibope, cujos resultados foram conhecidos na véspera do primeiro e do segundo turno das eleições.
 
O pedido de suspeição será analisado pela magistrada, que poderá negar ou acatar a solicitação. Se negar, o pedido de suspeição deverá ser decidido pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba.
 
A Aije impetrada pelo deputado estadual Carlos Batinga acusa a então candidata a prefeita Edna Henrique de ter sido beneficiada com a distribuição de cheques moradias durante a campanha eleitoral. Na ação, ele diz que a prefeita compareceu ao Clube de Mães de Monteiro no dia 21 de julho de julho. Naquele dia e local, houve a entrega de cheques moradia. Por causa disso, Edna foi acusada de crime eleitoral. O parlamentar, que é adversário da gestora, alega que a entidade tem Edna como presidente de honra e fundadora.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.