Partidos paraibanos se programam para 2014

De olho nas eleições de 5 de outubro, os principais partidos políticos que vão disputar o pleito na Paraíba têm programação intensa para os primeiros seis meses de 2014. Todos prometem intensificar os preparativos para o embate eleitoral, com ações que vão garantir o fortalecimento da legenda, dos pré-candidatos e das celebrações de alianças para composição das chapas majoritária e proporcional.  Reuniões internas, encontro regionais, cursos de formação políticos e outras atividades fazem parte das agendas partidárias e prometem movimentar os primeiros meses do ano novo no âmbito das legendas.

O presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, disse que os primeiros seis meses do ano serão de muito trabalho para direção do partido, que vai iniciar o mês de janeiro dando continuidade a reuniões com partidos da base aliada e os que podem fazer parte do projeto político da legenda para 2014, que é a reeleição do governador Ricardo Coutinho.

De acordo com Edvaldo Rosas, além das reuniões com os partidos aliados, também haverá atividades para mobilização da militância socialista em todo Estado, com a realização de encontros municipais, regionais e estadual.  Além de um trabalho intensivo para ampliação do leque de alianças partidária para as disputas majoritária e proporcional.

“Vamos fazer atividades em todo o Estado, com agenda de discussões para as eleições do próximo ano e para fortalecimento do projeto político do partido, que no âmbito estadual, tem como meta a reeleição de Ricardo Coutinho, e no âmbito nacional, a eleição de Eduardo Campos à presidência da República”, comentou.

O presidente estadual do PSB disse ainda, que também faz parte do projeto político do partido à eleição de senadores, deputados federais e estaduais, como forma de construir uma bancada ampla, forte e participativa.

“O PSB conta atualmente com apoio de 10 partidos, com perspectivas de ampliar o leque de alianças. Vamos trabalhar também esta questão, não só por meio de reuniões, mas de articulações política e discussão com vistas não só a ampliação, mas também o fortalecimento dos partidos que vão fazer parte de nossa coligação”, afirmou.

PMDB continuará com os encontros regionais

O PMDB também terá agenda cheia para os primeiros seis meses do ano. É o que afirma o ex-governador José Maranhão, presidente estadual do partido. Segundo ele, a agremiação dará continuidade aos encontros regionais, com ciclos de debates com diversos seguimentos da sociedade, nos quais são colhidos subsídios para elaboração de programa de Governo do PMDB, que será apresentado aos paraibanos na campanha eleitoral.

Maranhão disse que também dará continuidade, de forma mais intensa, as ações que visam o fortalecimento dos seguimentos do partido, como o PMDB Jovem, o PMDB Mulher e as lideranças do partido para estimular a participação de todos na disputa eleitoral. “Queremos mobilizar a militância peemedebista. Queremos atingir o percentual de candidaturas de mulher e que o PMDB chegue fortalecido na disputa eleitoral”, comentou.

De acordo com José Maranhão, o PMDB da Paraíba, por meio dos ciclos de debates promovidos em todas as regiões do Estado entrou em uma nova fase e avança decididamente na qualificação dos seus quadros, na construção da unidade e no fortalecimento do partido nos 223 municípios paraibanos, além de fortalecer a presença do PMDB Jovem e do PMDB Mulher em todo o Estado.

“Os primeiros seis meses do ano será de muita mobilização, vamos intensificar os debates com as lideranças do partido, dos segmentos da sociedade civil e dos partidos que podem formar uma frente de oposição coligados. Vamos trabalhar pela unidade das oposições, no primeiro ou no segundo turno. Por isso teremos muito trabalho”, declarou Maranhão.

Agenda do PT começa em janeiro

O presidente estadual do PT, Charliton Machado, disse que o partido tem uma agenda a cumprir, com vistas às eleições de 2014, a partir de janeiro, com a deflagração das discussões sobre o lançamento de candidatura própria para o Governo do Estado e para fortalecimento do projeto de reeleição da presidente da República Dilma Rousseff.

“Vamos trabalhar com a tese de candidatura própria ao Governo do Estado. Por isso teremos uma agenda de debates intensos em toda a Paraíba. Estamos planejando para o período de fevereiro a março trabalhar na elaboração do programa de Governo do PT, no qual vamos apresentar os 13 desafios para a Paraíba e fortalecer nossa tese”, revelou o presidente do PT que lançou no início do mês a pré-candidatura da advogada Nadja Palitot ao Governo do Estado.

De acordo com Charliton Machado para consolidação deste projeto, o partido vai realizar reuniões internas e abrir o diálogo com os segmentos sociais e organizações não governamentais. Como vistas aos 208 diretórios municipais do partido na Paraíba e realização de encontros regionais. “Queremos chegar ao Congresso Nacional do PT, que ocorrerá no final de abril, no Rio de Janeiro, com nossa posição política já definida, com a tática eleitoral e com o partido fortalecido para disputa eleitoral”, declarou o petista.

PSDB

O PSDB está empenhado na pré-campanha presidencial do senador Aécio Neves. De acordo com o presidente estadual do partido, o deputado federal Ruy Carneiro a consolidação do projeto nacional também passa pela Paraíba, que terá uma série de atividades com vista aos preparativos para as Eleições de 2014.

De acordo com Ruy Carneio, partido vem realizando encontros regionais em vários estados. Neste ano, já ocorreram em estados como Alagoas, São Paulo, Santa Catarina e Pará. O parlamentar afirma que no próximo ano, os encontros devem continuar, e a Paraíba certamente sediará um dos eventos, mas por enquanto não existe nada agendado. “Aécio Neves conta com o apoio de lideranças de todo o país e também na Paraíba. O partido tem intensificado as ações nas redes sociais, principalmente para divulgar notícias do partido a nível nacional”, ressaltou.

Ruy Carneiro considera importante a realização dos encontros regionais para entender as diversas realidades e buscar soluções para os problemas de cada localidade. Ele lembrou que Aécio tem criticado a falta de planejamento e os rumos tomados pelo Governo Federal.

PEN já faz articulações

Após dedicar o ano de 2013 a estruturação partidária e da interiorização do PEN, o deputado Ricardo Marcelo, presidente do partido e da Assembleia Legislativa disse que os primeiros seis meses do ano serão dedicados as articulações políticas e mobilização da militância para construção de uma Paraíba com mais justiça social e mais desenvolvimento, cujo projeto será apresentado durante campanha eleitoral. “Agora já temos um exército de pessoas que estão unidas em torno de um objetivo comum e que defendem que querem por em prática o nosso projeto de desenvolvimento com sustentabilidade para o Estado”, revelou o presidente.

De acordo com Ricardo Marcelo, no primeiro semestre de 2014 o PEN vai realizar encontros regionais e um grande encontro geral em João Pessoa ou Campina Grande, para discutir as estratégias do partido e apresentação dos pré-candidatos à disputa proporcional e majoritária.

PSC busca visibilidade

O PSC, que lançou a pré-candidatura do deputado federal Leonardo Gadelha, terá uma agenda voltada para dar maior visibilidade à proposta de Governo da legenda. De acordo com o ex-deputado federal Marcondes Gadelha, presidente estadual do partido, haverá a intensificação do diálogo e o estabelecimento de uma agenda positiva para divulgação desta pré-candidatura.

“Vamos promover uma série de encontros, reuniões e eventos para apresentar, de forma elencada, as proposta de governo do nosso pré-candidato, para que seja submetido à sociedade e aos demais partidos que integram o blocão das oposições”, revelou Marcondes Gadelha. Segundo ele, o blocão terá que fazer avaliações dos pré-candidatos apresentados pelos partidos que o integram – PP, PSC e PT – e por outros que venham a participar.

Correio da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.