Parque Zoobotânico Arruda Câmara presenteia os animais

Os felinos e primatas do Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica) receberam, neste domingo (22), um presente de natal. Com a intenção de proporcionar uma atividade diferente a estes animais, os técnicos do Parque ofereceram a alimentação de uma maneira diferente: embrulhados para presente.

 
Com caixas pintadas e enfeitadas, as frutas e carnes foram oferecidas aos curiosos macacos-pregos, à onça-pintada, ao leão e leoas do parque. Os visitantes que estiveram no local puderam observar as cenas das aberturas dos presentes e o deleite dos animais, não só com o conteúdo das caixas, como também com os próprios embrulhos, que acabaram servindo para brincadeiras entre eles.
 
Segundo a coordenadora do Setor de Educação Ambiental do parque, Ana Valéria Barbosa, a intenção era oferecer para os visitantes uma oportunidade de presenciar essa dinâmica de oferecer alimentação ao animal em forma de brinde, de uma maneira mais lúdica, diferente, para que o visitante não apenas olhe o animal, mas possa ver o comportamento dele.
 
“Quem foi ao Parque no domingo pôde notar que o animal não estava com fome, que o objetivo era brincar mesmo, incentivar essa movimentação dele, de ver como eles se comportam na brincadeira, no dia-a-dia e, talvez, uma imitação do que seria na natureza, se ele estivesse livre. O animal ganhou um presente, uma representação festiva do fim de ano, mas o objetivo é sensibilizar o visitante para esse cuidar do animal” afirmou a coordenadora.
 
A atividade, além de ser um entretenimento, é também uma forma de incentivar o exercício físico, promovendo o bem-estar do animal e para que o público possa ver que está sendo realizado um trabalho diferente com os bichos, para que não fiquem no ócio, sem fazer esforço físico algum.
 
 
“O visitante pôde ver bem a questão do instinto do animal. No caso do leão e leoa, primeiro quem agiu foi a leoa, como se ela tivesse caçado e preparado a presa para o leão, que comeu primeiro e só depois ela, num comportamento idêntico ao que acontece na natureza. A fêmea caça, o macho escolhe a melhor parte, come primeiro, depois deixa o resto para a fêmea”, explicou.
 
Roberto Citelli, veterinário do parque disse que com atividades como esta, o animal sai da rotina. “Aproveitamos o clima natalino e oferecemos este momento, essa comemoração para o visitante, essa simbologia do presente”, comentou Roberto.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.