Parlamentares acionam Maranhão no MPF

 O ex-governador José Maranhão (PMDB) está sendo acionado no Ministério Público Federal por crime contra as finanças públicas. A representação foi protocolada e assinada por nove deputados estaduais. Os parlamentares pedem para que o órgão faça diligências e proponha uma ação penal na Justiça contra o peemedebista.

 
A representação ressalta alguns atos do governador José Maranhão, realizados nos últimos 180 dias antes do final do mandato. Entre eles é citado o aumento na remuneração dos policiais civis, militares, Corpo de Bombeiros e agentes penitenciários, cujo processo ficou conhecido como PEC-300. 
 
Outro exemplo enumerado pelos deputados junto ao Ministério Público Federal está a autorização do ex-governador para o aumento na remuneração dos defensores públicos. Tudo isso, segundo ressalta a representação, foi realizado dentro do prazo de 180 dias que antecede o final do mandato, o que é proibido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
 
Na abertura do texto da representação, destinado à Procuradoria da República no Estado, os parlamentares enfatizaram que a tentativa de reeleição teria sido o motivo pelo qual José Maranhão se “utilizou, em patente abuso de poder político e econômico, a máquina administrativa”.
 
 
Jornal da Paraíba
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.