Paraíba é o maior produtor de abacaxi e fava do Brasil

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que Massaranduba, a 103 km da Capital do Estado, a 30 km de Campina Grande, é o município brasileiro com a maior produção de fava do País. Com sua economia girando em torno da cultura, direcionada principalmente escoada em grande parte para outros Estados. O município apresentou uma produção de 840 toneladas. O maior produtor de fava da Paraíba obteve um valor de produção de R$ 1,5 milhões, é a cultura de maior importância econômica do município. O Estado produz 58% da fava brasileira. Os principais produtores do Estado (Massaranduba, Queimadas, Alagoa Grande e Mogeiro) detém 25% da safra estadual de fava e um valor de produção na ordem de R$5,4 milhões.

Na outra ponta está a cultura do abacaxi, o Estado vem-se mantendo como o principal produtor nacional, em 2008 foram produzidas 345 mil toneladas, ou seja, 20% da produção nacional que foi de 1,7 milhões de toneladas. Os municípios de Santa Rita e Itapororoca são os principais produtores paraibanos. Ambos detém a quarta maior produção nacional.

Cana – Ainda segundo o levantamento divulgado hoje pelo IBGE, a produção paraibana de cana-de-açúcar atingiu mais um recorde em 2008, com 6,2 milhões de toneladas, refletindo um aumento de 1,2% em comparação a 2007. A expansão da produção é reflexo dos novos plantios que estão sendo implantados no Estado, com o objetivo de abastecer os mercados nacional e internacional com etanol e açúcar, diminuindo a dependência do petróleo. Portanto, nos últimos anos, uma quantidade cada vez maior de cana-de açúcar tem sido destinada à produção de etanol e do açúcar.

Feijão – A produção estadual de feijão em grão obtida em 2008, considerando-se as três safras do produto, totalizou 75 471 toneladas, mostrando um acréscimo de 16,7% frente ao ano anterior. De uma maneira geral, o bom desempenho do produto nesse ano deve-se, principalmente, à recuperação dos preços praticados no mercado por ocasião da implantação das 2a e 3a safras do produto, aliada às boas condições climáticas em importantes centros produtores. O produto é cultivado em todo o Território Estadual, sendo que os cinco principais municípios, foram responsáveis por cerca de 60% do total produzido no Estado, entre eles se destacam Araruna, Casserengue, Cacimba de Dentro, Esperança e Conceição.

Batata doce – A cultura é nativa da América Central, chegou a Paraíba e se adaptou ao solo e ao clima. Hoje o Estado é o principal produtor do Nordeste com 56 mil toneladas obtidas na safra de 2008, respondendo por 27% da produção nordestina que foi de 203,3 mil toneladas e , por 10,2% da safra nacional.

Fruticultura – Em 2008, foram colhidos na Paraíba 13,9 mil toneladas de tangerina, gerando um valor de produção de 4,2 milhões de reais. O Estado é o segundo maior produtor do Nordeste, e o oitavo maior produtor nacional. Matinhas, a Capital paraibana da tangerina e laranja, é o principal produtor estadual da cultura. O município gerou 46% do valor da produção e representou 47% da produção obtida no Estado . A cultura está concentrada em oito municípios paraibanos. Portanto, 30% da produção de tangerina produzidas no Nordeste é paraibana.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.