Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Paraíba aplicou 68,7 mil doses no “Dia D contra a Influenza e Multivacinação”

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde, realizou, neste sábado (13), o “Dia D de Vacinação contra Influenza (gripe) e multivacinação” em todo estado. Pelos dados parciais dos municípios, foram aplicadas, no total, 68.718 doses da vacina, sendo 47.387 para influenza; 13.987 para vacina de rotina; 5.669 para Covid-19 e 1.675 para dengue. A abertura oficial aconteceu pela manhã em João Pessoa, no Mercado Público de Mangabeira, e em Campina Grande, na Praça Joana D’arc, no mesmo horário.

O secretário de Estado da Saúde, Jhony Bezerra, que fez a abertura em Campina Grande, agradeceu a todos os trabalhadores de saúde envolvidos no Dia D e à população que atendeu ao chamamento; e lembra que a vacina da gripe e as outras do calendário vacinal continuam sendo disponibilizadas nos 223 municípios paraibanos, chamando a atenção para a Influenza. “O cenário da transmissão está elevado e a gente só consegue fazer o controle com a vacina para combater o vírus que passa de pessoa a pessoa. Por isso, é importante que a população que ainda não se vacinou procure o posto de saúde do seu município”, disse.

Durante a abertura do evento, na capital, a secretária executiva de Estado da Saúde, Renata Nóbrega, fez um alerta para a população quanto aos grupos prioritários para a vacina da Influenza. “Toda a população que forma o grupo prioritário deve se vacinar, mas lembramos que, dentro desse grupo, os idosos, as crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes e puérperas são as pessoas com maior vulnerabilidade para hospitalização e agravamento da doença que pode levar a óbito”, pontuou.

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, falou da importância da parceria com o Governo do Estado. “O Dia D é uma medida preventiva que faz com que o serviço de saúde cumpra o seu papel e possa trazer um melhor atendimento e uma melhor qualidade de saúde para a população. Na Paraíba, em especial na capital, temos algo que é fundamental – a parceria do Governo do Estado com a Prefeitura de João Pessoa, divulgando, chamando, convocando as pessoas para participarem”, falou.

Quanto à vacinação da influenza, a Paraíba está com cobertura de 18,73%, permanecendo na terceira colocação do país, sendo o Rio Grande do Sul, em primeiro, com 20,77%; e o Ceará, em segundo lugar, com 20,23%. A meta é vacinar pelo menos 90% do público-alvo.

A técnica de enfermagem Diana Matias, que mora perto do Mercado Público de Mangabeira, onde teve a ação, aproveitou para vacinar a família toda. Ela e os filhos gêmeos, de quatro anos, Miguel Micael e Matias Micael, tomaram a vacina da gripe. Já a outra filha, Rana Lavínia, de nove anos, tomou a vacina contra HPV. “Todo sábado eu faço compras nesse mercado, mas a feira de hoje foi diferente: de saúde. Foi muito bom ter num espaço só vários serviços, ao mesmo tempo, facilitando a vida de quem não tem tempo durante a semana,”, disse.

Serviços

Além da vacinação, foram disponibilizados, no Mercado de Mangabeira, diversos serviços, como verificação da pressão arterial; inspeção em busca de possíveis focos do mosquito Aedes aegypti e orientação junto aos feirantes e população transeuntes pelos agentes de Entomologia da Vigilância Ambiental, da SES; teste rápido de ISTs/Aids com a equipe do Complexo Hospitalar Clementino Fraga e a nova Unidade Móvel de Coleta do Hemocentro, com cadastro de doadores de medula óssea e doação de sangue.

Neste Dia D, os municípios que mais vacinaram para todas as vacinas (influenza e as demais), foram: João Pessoa (5.885 doses); Campina Grande (5.009 doses); Patos (3.036 doses); Sousa (2.718 doses) e Sapé (2.230 doses).

Influenza

O público-alvo da Campanha de Vacinação contra Influenza é formado por: crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias); trabalhador da saúde; gestantes e puérperas; professores do ensino básico e superior; povos indígenas; idosos com 60 anos ou mais de idade; pessoas em situação de rua; profissionais das forças de segurança e salvamento; profissionais das Forças Armadas; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade; pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso; trabalhadores portuários; população privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

 

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Anteriores

sergioequeoriga

“Quero Quero” e o discurso contraditório do “agora é oficial”

gleisi1

PT deve anunciar na segunda que postura adotará nas eleições deste ano

matheusmnachtergaele

FestincineJP: saiba tudo sobre festival que vai exibir 42 filmes gratuitos

farmaciairregular (1)

Farmácias irregulares são interditadas em Araruna e Cacimba de Dentro

vacina seringa FOTO Pixabay

Paraíba registra sexta maior taxa de vacinação contra a Covid-19, no primeiro trimestre de 2023

arroz FOTO marcello casal jr agencia brasil

Governo Federal autoriza compra de 1 milhão de toneladas de arroz

chuva FOTO Pixabay

Inmet alerta para chuvas intensas na Grande João Pessoa e Litoral Norte e Sul

atos golpistas 8 de janeiro FOTO marcelo camargo agencia brasil

PRF prende envolvido nos atos golpistas de 8 de janeiro que tentava fugir para a Argentina

preso FOTO Pixabay

Suspeito de aplicar golpe em venda de carro na Paraíba é preso em Maceió

quina sao joao FOTO marcello casal jr agencia brasil

Mega-Sena sorteia prêmio R$ 47 milhões e começam apostas da Quina de São João