Parada cardíaca causa morte de Gizelda Carneiro, mãe de Janduhy

A educadora e palestrante espírita Gizelda Carneiro Arnaud , de 78 anos, faleceu na noite desta quarta-feira, 5 de dezembro, no Hospital da Unimed, onde estava internada para uma cirurgia no joelho. Durante a anestesia, ela sofreu uma parada cardíaca e não pôde ser reanimada.

Gizelda era mãe do deputado estadual Janduhy Carneiro, que confirmou o falecimento dela ao ParlamentoPB: “Não era um procedimento complicado, mas acredito que havia chegado a hora dela partir”, disse.

Pela manhã, Janduhy sentiu-se mal e chegou a ser atendido pela equipe de primeiros socorros da Assembleia Legislativo. Após ser examinado, ficou constatada uma elevação da pressão arterial do parlamentar: “Eu disse a meu amigo Renato Gadelha que naquele momento a espiritualidade me avisou que minha mãe iria partir. Por isso, minha pressão arterial subiu”, explicou Janduhy.

Gizelda era escritora e foi vice-presidente da Federação Espírita da Paraíba. Era natural de Pombal.

O velório e sepultamento da mãe do deputado Janduhy Carneiro serão no Cemitério Parque das Acácias.

Confira uma palestra em que Gizelda aborda a “Terapia do Perdão”.

Comentários