Oswaldo Filho é o mais votado na eleição para Procurador Geral de Justiça

A oposição venceu a eleição realizada hoje no Ministério Público Estadual. Os três integrantes da chapa Compromisso com a Democracia foram os mais votados por promotores e procuradores de Justiça da Paraíba. A apuração revelou que o líder na contagem foi o promotor Oswaldo Trigueiro Filho, com 147 votos, ou 22,7% do total. Em segundo veio o procurador Nélson Lemos, com 113 votos, ou 17,4%. Em terceiro, ficou o promotor João Arlindo, que foi escolhido por 112 votos, ou 17,3%.

Na chapa MP Forte e Respeitado, apoiada pela procuradora geral de Justiça, Janete Ismael, o mais votado foi o promotor Cláudio Cavalcanti, que teve 100 votos, 15,4% do total sufragado. O procurador José Raimundo de Lima teve 64 votos (9,9%) e, finalmente, Antônio de Pádua teve 63 (9,7%).

Houve ainda, 46 votos em branco e três nulos. O total de votantes foi 648.

A Comissão Eleitoral vai encaminhar um ofício à chefe do MPE com o resultado da eleição. A partir do recebimento do documento, Janete Ismael tem três dias para comunicar ao governador do Estado o resultado e a composição da lista tríplice. Já o chefe do executivo estadual tem prazo de 15 dias para nomear seu escolhido. Caso ele não o faça no tempo previsto, o mais votado assume a função.

Confira o perfil de cada um dos três mais votados no MPE

CHAPA “COMPROMISSO COM A DEMOCRACIA”

Oswaldo Trigueiro Filho

É promotor de Justiça titular  da 5ª Promotoria da Fazenda Pública, em João Pessoa. Ingressou no Ministério Público em 1996, em São Bento. Foi removido para a Promotoria de Jacaraú e permaneceu lá por seis anos. Acumulou a Promotoria da Infância e Juventude, do Patrimônio Público, do Cidadão e do Meio Ambiente, em João Pessoa. Ainda na Capital, atuou na 3ª Câmara Cível. Em Campina Grande, foi titular da Promotoria do Patrimônio Público.

Participou da Comissão de Combate à Improbidade Administrativa e Irresponsabilidade Fiscal, foi assessor técnico da Procuradoria-Geral de Justiça e coordenador do 1° Centro de Apoio Operacional às Promotorias (Caop), na Capital. Participou da última eleição para a Procuradoria-Geral de Justiça e integrou a lista tríplice.

Nelson Lemos

É procurador de Justiça. Ingressou no Ministério Público em 1977, na Comarca de Monteiro. Foi assessor técnico da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ) por quatro anos. Representou a PGJ/PB no Conselho Nacional do Ministério Público por duas vezes. Foi promotor do Tribunal do Júri por dois anos e titular de 4ª Promotoria de Justiça Criminal de João Pessoa por 14 anos. Atua na 2ª Câmara Cível.

João Arlindo

É promotor de Justiça da Infância e Juventude de João Pessoa. Ingressou no Ministério Público em 1987, na Comarca de Serra Branca. Ocupou diversos cargos na administração. Foi assessor técnico, coordenador da Comissão de Combate à Improbidade Administrativa e Irresponsabilidade Fiscal (CCIAF) e corregedor auxiliar. Atualmente, é presidente da Associação Paraibana do Ministério Público (APMP), no segundo mandato. Foi eleito para a presidência da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público/ Nordeste (Conamp/NE). Coordenou, por duas vezes, a Fundação Escola Superior do Ministério Público (Fesmip).

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.