Pastor Estevam

Pastor da Primeira Igreja Batista de João Pessoa. Pscicólogo clínico, escritor, conferencista motivacional. Casado com Dra Aurelineide, e pai de Thayse e André.


Os Golias

Uma das mais fascinantes histórias bíblicas é a que narra o confronto entre o pequeno Davi e o gigante Golias. Davi era um pacato adolescente judeu, e Golias um terrível guerreiro filisteu que vivia atemorizando a vida do povo de Israel. Golias tinha que ser destruído, todos temiam a sua força e violência. Mas, quem o enfrentaria? Nos conta a Bíblia, que ele foi derrotado por Davi, cuja arma principal era uma funda (baladeira).

Todos nós temos os “Golias” da nossa vida. Existe sempre alguém tentando interceptar nossa trajetória, minar nossos sonhos, roubar nossa paz e destruir nossa alegria. A verdade é que os “Golias” estão por perto; muitas vezes, na própria família; outras, no ambiente de trabalho. Os “Golias” podem também se apresentar na forma de uma enfermidade incurável, de uma grande crise financeira ou mesmo de um desmoronamento geral da vontade de viver. Tudo o que nos apavora e ameaça a vida é um “Golias” em nosso caminho que precisamos enfrentar e vencer.

Diante de um gigante, seja ele uma pessoa, uma enfermidade ou uma crise qualquer, nos sentimos sempre impotentes. A sensação de impotência nos antecipa a derrota, pois perdemos a noção da realidade, das possibilidades, e passamos a ver as coisas pela ótica do medo, do pavor, do negativo.

Nós nunca percebemos que, mais perto do que imaginamos, há sempre alguém pronto para nos ajudar. Existe uma esperança, uma palavra, um remédio, uma saída, uma luz, mais uma chance, uma nova possibilidade. Toda crise é passageira e não existe problema sem solução.

As armas que Davi portava deixaram todos estarrecidos, inclusive o próprio Golias. Eram apenas uma baladeira e algumas pedras. Quase no limite do ridículo. Tudo parecia muito simples diante da ameaça de um gigante! Nem sempre as armas com as quais estamos lutando são as melhores e mais eficazes, apesar das nossas limitações, Deus coloca ao nosso dispor armas não convencionais, todavia poderosas, diante das quais nossos inimigos (pessoas, dificuldades, crises, enfermidades), serão vencidos completamente.

Diante do que parece invencível, nenhuma arma é tão eficaz quanto a fé. Na verdade, a fé é uma arma poderosa contra tudo que pareça impossível aos nossos olhos. Jesus Cristo afirmou: “tudo é possível àquele que crê”. Ela nos capacita a vencermos o invencível, e nos fortalece diante das adversidades da vida. Não há gigante que resista a uma pessoa cuja fé é inabalável, e firmada no Deus que tudo pode.

Vitória e fé são inseparáveis. A força da fé é condição “Sine Qua Non” para que vejamos as crises e obstáculos através da vitória. Somente a fé nos faz ver a montanha como um monte de areia e não um bloco intransferível de rochas impermeáveis. Por isso, a sabedoria bíblica nos ensina: “A fé remove montanhas”. Exercitar a fé é fundamental para quem deseja viver vitoriosamente. Em três situações da vida, a fé nos garante o suporte necessário, a saber: somente a fé nos faz suportar o insuportável, vencer o invencível e tolerar o intolerável.

Com muita propriedade, Jesus advertiu: “No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; Eu venci o mundo”. Em outras palavras: nossa existência se dará sempre entre a alegria e a dor; a paz e a turbulência; a incerteza e as convicções. A ilusão de viver sem problemas implicará, sempre, em grande desilusão. Nunca faltarão “Golias” em nossa caminhada; todavia, vitórias também não hão faltar. Nossos “Golias” serão vencidos!

Os Golias

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.