Oposição pede afastamento de Coriolano Coutinho da Emlur

Os vereadores da oposição em João Pessoa – Fernando Milanez (PMDB), Marcos Vinícius (PSDB), Eliza Virgínia (PSDB), Tavinho Santos (PTB) e Mangueira (PMDB) – decidiram recomendar ontem ao prefeito Luciano Agra (PSB) o imediato afastamento do superintendente da Autarquia Municipal Especial de Limpeza Urbana – Emlur, Coriolano Coutinho, sob suspeita de usar um "laranja" numa licitação da própria empresa pública.

Segundo Fernando Milanez, líder da Oposição, a denúncia de que o gari Magildo Nogueira Gadelha, lotado na Emlur, terminou tendo sua empresa como vencedora num processo licitatório superior a R$ 600 mil cita que o contrato de Gadelha foi assinado pelo superintendente Coriolano Coutinho.

A empresa Comil Construtora e Incorporadora Ltda., cujas instalações são em Jaguaribe, tem oficialmente como sócio o gari Magildo Nogueira Gadelha, que  ganhou um "pregão presencial" para fornecer quatro caminhões compactadores, conforme documento publicado no Semanário Oficial da Prefeitura de João  Pessoa.

“Tudo isso é, no mínimo, suspeito e envolve um dirigente de autarquia municipal que precisa se afastar do cargo para que a investigação sobre a denúncia não sofra influências do poder”, defende o vereador Fernando Milanez.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.